Cassilandia Jornal

notícia publicada em 19/08/2015 �s 07:44:55

Tempo quente e seco no inverno agrava alergias; Veja 5 dicas
 
Cassilândia Jornal   
Os dias quentes durante o inverno, combinados com o clima seco da estação, podem agravar doenças alérgicas como rinite e asma, além de provocarem sintomas desagradáveis, como secura no nariz, garganta e coceira na pele. A alergologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Marisa Rosimeire Ribeiro, alerta para a necessidade de manter a boa hidratação do corpo e cuidados com o ambiente para preservar o bem estar e a saúde.


"A rinite e a asma podem ser agravadas pelo tempo seco", afirma a médica. "Nos dias secos do inverno, a umidade do ar cai muito, o que faz com que as mucosas das vias respiratórias fiquem ressecadas. Isso, somado aos poluentes, que se dispersam menos nessas condições, favoreceria crises de rinite e de asma", diz.


Para se prevenir e amenizar os sintomas, Marisa Ribeiro recomenda beber pelo menos dois litros de água por dia, além da ingestão de frutas suculentas, como melancia, melão e laranja. Como o tempo seco contribui para aumentar a concentração de poeira e poluição no ar, cuidados com o ambiente também são importantes.


A limpeza de casa deve ser feita com aspirador ou pano úmido, pois o uso da vassoura dispersa a poeira, que fica em suspensão no ar por várias horas. Eliminar a poeira ajuda a reduzir a irritação na garganta e no nariz, provocada pelo tempo seco. Também é recomendado lavar as narinas com soro fisiológico. A especialista ressalta, no entanto, que pacientes com rinite e asma devem ter acompanhamento médico.
O uso de umidificadores de ar precisa ser feito com atenção. De preferência, devem ser utilizados durante o dia, já que o calor produzido pelo sol faz com que a umidade do ar caia mais nesse período, ou apenas por um curto período à noite, para que o aumento da umidade do ambiente não favoreça o aparecimento de fungos. "O umidificador não deve ser utilizado em excesso, ou perto de paredes e de tecidos", explica a médica.


O ressecamento da pele também pode causar coceira, mas é necessário saber diferenciar o sintoma de uma reação alérgica. "O paciente com alguma doença de pele ou reação alérgica, normalmente apresenta lesões ou vermelhidão", diz a alergologista. "Quando a coceira é provocada pelo ressecamento apenas, geralmente ela é o único sintoma, embora haja doenças que também causem coceira sem lesões", complementa. Nos casos de pele seca, é importante manter a hidratação do corpo, com a ingestão de líquidos e frutas e usar hidratantes que contribuam para evitar a perda de água pela pele. "Banhos muito quentes, excesso de sabonete e o uso de buchas podem contribuir para o ressecamento da pele e agravar o quadro."

Confira 5 dicas para amenizar os efeitos do tempo quente e seco:
- Beba ao menos dois litros de água por dia;
- Coma mais frutas, elas ajudam a hidratar;
- Não use vassoura. Varrer dispersa a poeira no ar;
- Não use umidificador em excesso. Pode causar fungos;
- Cuidado com banhos quentes, eles ressecam a pele.


Fonte: Maxpressnet

Comentários
 Mais notícias
 
COMBATE AO AEDES Visitas alcançam 88,8% dos domicílios brasileiros (v. 11531)
 
Diabéticos têm de redobrar cuidados com a visão (v. 12571)
 
Governo quer ampliar número de especialistas em Medicina da Família (v. 26372)
 
Tempo quente e seco no inverno agrava alergias; Veja 5 dicas (v. 17940)
 
Ministério da Saúde libera mais R$ 4,8 milhões para hospitais universitários (v. 25709)