Cassilandia Jornal

notícia publicada em 19/10/2017 �s 11:52:25

Com medo de desemprego, funcionários da JBS ocupam Assembleia Legislativa
 
Cassilândia Jornal   
 Cr�ditos da Foto: Cleber Gellio 
Presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande, Wilson Gregório informou nesta quinta-feira (19) que mais de 4 mil trabalhadores sã esperados no Parque dos Poderes em um megaprotesto para pressionar os deputados estaduais a encontrarem uma solução diante do anúncio de suspensão das atividades nos oito frigoríficos da JBS em Mato Grosso do Sul.

Desde cedo, os trabalhadores deixaram as duas unidades da Capital e seguiram em ônibus fretados para a Assembleia. De acordo com Gregório, nesta quarta-feira (18) foram abatidas as últimas cabeças de gado nas unidades de Campo Grande e todos temem a perda dos empregos.

Pela Avenida Afonso Pena, os ônibus travaram o trânsito transportando em comboio os manifestantes. O sindicato nega que a empresa esteja arcando com a estrutura da manifestação. “O que aconteceu é que a empresa nos liberou para protestar. Enquanto houver suspensão, a JBS garantiu que segue pagando pelos dias, mesmo parados”, disse.

O objetivo do movimento, segundo Wilson, é manter a pressão sobre os deputados para uma solução em relação à suspensão dos abates e a ação que bloqueia os bens da empresa. A assessoria de comunicação da JBS também nega estar financiando a manifestação.

“O ato foi organizado diretamente pelas centrais sindicais. A companhia respeita do direito à livre manifestação e atendeu ao pedido do sindicato em liberar os colaboradores que têm interesse em participar do ato”.

Cerca de 40% da produção da empresa acontece no Estado. A suspensão travou o mercado de boi gordo, que é o quarto maior rebanho do país, também segundo o Grupo J&F.

Empresas de consultoria econômica já apontam ‘comportamento incomum’ do mercado. De acordo com a Scot Consultoria, no meio da semana as atividades aumentam, mas Campo Grande e Três Lagoas estariam com o mercado ‘mais comedido’.


Fonte: midiamax/Evelin Cáceres e Kleber Clajus

Comentários
 Mais notícias
 
Brasil vai ter mais impostos caso reforma da Previdência não seja aprovada, garante base governista (v. 19)
 
Expo Cassilândia 2018 terá Anitta, Chitaõnzinho e Xororó, Jads e Jadson (v. 25)
 
Prefeito Jair Boni avalia 2017 como “um ano muito bom” para Cassilândia (v. 24)
 
Cassilandense é mestre no conserto e fabricação de violas e violão (v. 119)
 
Suspeito de estuprar adolescentes, ‘Tio Zé’ insiste na soltura e aguarda STJ (v. 170)