Cassilandia Jornal

notícia publicada em 06/09/2017 �s 15:20:13

Comemoração dos 182 anos da PM/MS e entrega de medalhas
 
Cassilândia Jornal   
 Cr�ditos da Foto: Dalmo Curcio 

Neste dia 5 de setembro, em comemoração aos 182 anos da Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul, o governador Reinaldo Azambuja entregou a Medalha do Mérito (mais alta comenda da Polícia Militar) e a Medalha da Insígnia do Mérito, a civis e militares do Estado. Durante a solenidade foram entregues ainda medalhas da Polícia Boliviana a autoridades brasileiras e também da Academia Sul Brasileira de Medalhística -ao secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa.

Para Reinaldo Azambuja os números positivos das forças policiais estimula o Governo a investir cada vez mais em melhores condições de trabalho e estrutura. O governador falou ainda sobre as ações que sua gestão vem desenvolvendo para valorização da carreira dos policiais militares.

“Ficamos muito felizes de poder comemorar mais um ano da PMMS ao lado de homens e mulheres que batalham todos os dias por um estado melhor. Oferecemos melhores condições para que nossos policiais possam trabalhar, investindo principalmente em ações de prevenção a partir das metas do programa MS Mais Seguro, o qual compactua com o atual plano de comando da Polícia Militar. Recursos vêm sendo aplicados nas estruturas de segurança pública e já refletem nos índices de atendimento à população, garantindo a segurança e a preservação da ordem pública”, declarou o governador.


Auditório lotado de autoridades e policiais prestigiando o evento. Somente de homenageados foram mais de 300.
Medalhas

As medalhas ou insígnias foram outorgadas pela primeira vez nas comemorações dos 147 anos de criação da Polícia Militar. Ao longo dos anos o Governo de MS segue homenageando civis e militares que têm contribuído com ações em prol da segurança pública e apoiado o trabalho da instituição.

Medalha do Mérito

Instituída em 1982, a mais alta honraria da PMMS destina-se a reconhecer àqueles que tenham prestado relevantes serviços, no que diz respeito ao aperfeiçoamento e projeção da corporação. Foram condecoradas ao todo 128 personalidades, entre 57 autoridades civis e militares de outras forças, entre elas: a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja; o general comandante-geral da Polícia Nacional da Bolívia, Abel Galo de La Barra Cáceres; o delegado da Receita Federal em Campo Grande, Edson Ishikawa; deputado federal Elizeu Dionízio; presidente do Hospital Santa Casa, Esacheu Cipriano Nascimento; reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems), Fábio Edir dos Santos Costa. Também recebem a honraria outros 71 militares estaduais da PMMS.

Insígnia do Mérito Policial Militar

A honraria é utilizada para agraciar pessoas que contribuíram com o desenvolvimento de ações em prol da segurança pública e apoiado o trabalho da corporação. Foram entregues 113 Medalhas da Insígnia do Mérito, sendo 22 para autoridades civis, 81 para militares da PMMS e 10 para militares de outras forças.

Polícia Boliviana

Na solenidade foram entregues as medalhas da Polícia Boliviana a autoridades brasileiras. O governador Reinaldo Azambuja foi agraciado com a “Condecoracion Caballero de la Orden”, honraria concedida pelo comandante-geral da Polícia Nacional da Bolívia, general Abel Galo de La Barra Cáceres. A condecoração foi destinada ainda à vice-governadora, Rose Modesto e ao secretário da Sejusp, José Carlos Barbosa. O comandante da PMMS, coronel Waldir Ribeiro Acosta e o subcomandante da Polícia Militar foram condecorados com a “Condecoracion Oficial de la Orden”, pelo titular da Polícia Boliviana.

As honrarias foram entregues pelo coronel da Polícia Nacional da Bolívia, José Mercado Alvarez, que veio ao Brasil representando o general Abel Galo de La Barra Cáceres devido a compromissos na República Popular da China.


Coronel da Polícia Nacional da Bolívia, José Mercado Alvarez, e o governador Reinaldo Azambuja sendo homenageado.
“Nós estamos estreitando os laços com a polícia brasileira porque é uma necessidade que o combate à criminalidade nos exige. Fazemos a fronteira com o Brasil e nossa aproximação de vínculos é para poder promover a troca de informações e combater cada vez mais os crimes internacionais e de fronteira. A condecoração representa um compromisso que firmamos e faz com que tenhamos mais força para seguir trabalhando juntos, comprometidos com melhores resultados, com o objetivo de fazer com que nossas populações vivam com mais tranquilidade com suas famílias e amigos”, declarou Alvarez.

Mato Grosso do Sul tem 730,8 quilômetros de fronteira seca – do total de 1500 quilômetros de fronteira com o Paraguai e com a Bolívia – que abrange, inclusive, extensa área rural. O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) vem recebendo investimentos do governo e está presente em 51 municípios do Estado. Para o governador, essas ações demonstram a consolidação de um estado cada vez mais seguro.

“Temos feito um grande esforço para criar uma condição de tranquilidade à população de MS, principalmente, no que diz respeito às fronteiras. Mesmo atravessando uma das maiores recessões da história do nosso país e com a ausência do Governo Federal, conseguimos investir pesadamente no combate à criminalidade. Tenho certeza que a meta das nossas forças policiais é dar mais segurança à vida das pessoas”, declarou o governador.

Valorização

Com mais de cinco mil policiais na ativa, entre 2015 e 2017, um total de 3388 militares da Instituição se beneficiou das promoções funcionais que representam um ganho médio de 3% nos salários da categoria, segundo a Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD). No acumulado de 2015, o ganho real de um soldado chega a 37,2%, incluindo o reajuste linear de 2,94% concedido a todos os servidores públicos estaduais.

Além das promoções, 3879 policiais militares passaram por cursos de formação nos últimos três anos. Os principais cursos são: Curso de Formação de Soldados, Curso de Formação de Cabos e Curso de Formação de Sargentos. Estão em andamento os cursos: Curso Superior de Polícia (40 tenentes-coronéis), Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (40 capitães e o curso de Habilitação de Oficiais com 59 alunos Oficiais oriundos do quadro de praças)

O Programa de investimentos “MS Mais Seguro”, lançado em julho de 2016, tem garantido mais de R$ 115 milhões para a estruturação das instituições ligadas à Segurança Pública, sendo mais de R$ 76 milhões em forma de viaturas, armamentos, convocação de efetivo e reestruturação da segurança pública nos 79 municípios


Fonte: Diana Gaúna – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Comentários
 Mais notícias
 
Fim do auxílio-moradia para deputados, senadores e juízes tem apoio de mais de 540 mil pessoas (v. 64)
 
Nova Lei de Migração deve facilitar vida de estrangeiros (v. 66)
 
Comissão mantém proibição de suspensão de pena por crime militar de desacato a superior (v. 61)
 
Ladrao furta supermercado Pantanal e é preso pela Policia (v. 66)
 
Kampai inaugura concessionária da Toyota em Chapadão do Sul (v. 108)